As redes Wi-Fi fazem uso de ondas de rádio comuns para transmitir as informações de Internet, assim como acontece com a televisão, rádio e celular, por exemplo. Essas redes funcionam através de ondas de rádios transmitidas por meio de um adaptador, o roteador, que recebe os sinais, decodifica e os emite a partir de uma antena, sendo a parte principal do Wi-Fi. Por isso, escolha bem qual roteador irá comprar.

A troca de informações acontece em uma das duas frequências disponíveis pelos governos, a de 2.4 GHz ou a de 5GHz. Quanto mais alta a frequência, maior também a capacidade do sinal carregar um alto número de informações. Mas, afinal, como esses dispositivos se comunicam?

 

Comunicação entre os dispositivos

 A comunicação entre os dispositivos conectados na rede Wi-Fi é feita através do protocolo 802.11, que possibilita a eles reconhecerem as informações uns dos outros. Esse protocolo apresenta variações, a, b, g e n.

O 802.11b tem um custo mais baixo que os demais, utiliza uma frequência de 2.4 GHz e velocidade de até 11 megabits por segundo. Já o 802.11a transmite as informações na faixa 5GHz com velocidade de até 54 megabits por segundo, sendo considerado mais eficiente que o modelo anterior, por ter melhor frequência e velocidade quase cinco vezes mais rápida.

A versão 802.11g é bem mais rápida do que a “b”, apesar de usar a mesma frequência de 2.4GHz. Isso acontece porque ela usa a mesma técnica do padrão “a” de divisão do sinal para evitar interferências, alcançando os mesmos 54 megabits por segundo. Este modelo é o mais encontrado no mercado atualmente. Já o padrão 802.11n é o mais novo e foi criado com o objetivo de aumentar tanto o alcance como o sinal de transmissão e tem limite de até 450 megabits por segundo.

Vantagens e como usar

 Agora que você já sabe como as redes Wi-Fi surgiram, como funcionam e como se comunicam, pode estar se perguntando quais as vantagens de usar esse tipo de tecnologia de rede. A vantagem principal é a capacidade de permitir que computadores e outros dispositivos possam transmitir dados entre si sem a necessidade de fios ou cabos

O melhor lugar para deixar o roteador

O melhor lugar para deixar o roteador é na parte central da casa e com as antenas direcionadas da forma mais espalhada possível. Roteadores com duas antenas podem ter uma apontada para cada lado, lembrando que os locais com maior volume de demanda devem sempre ser atendidos.

A menos que exista um cômodo revestido de azulejos entre o local central da sua casa e os aposentos de maior demanda. Nesse caso, é melhor manter o roteador em alguma área em que não exista esse tipo de obstáculo.

 

Importante:

A capacidade da placa de rede do seu dispositivo interfere muito para uma boa performance na conexão Wifi, pois se a tecnologia da placa for fraca, a conexão Wifi pode ser lenta não chegando plano total contratado. Assim se você conectar em um dispositivo com tecnologia “b” e outro com tecnologia “n”, o dispositivo com tecnologia “n” terá melhor performance na conexão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *